Dicas de presentes para o Dia das Crianças e o Dia dos Professores

Veja dicas da Bida, expositora fixa da Vila das Artes:

Anúncios

Bandeira da Paz retorna à Vila das Artes

Venha conferir o resultado das oficinas de confecção da Bandeira da Paz que aconteceram na última edição da feira e também durante a Caminhada Ecológica de Sousas e Joaquim Egídio, realizada no último dia 16.

A bandeira da paz é resultado do Programa Bandeirantes da Paz, que está promovendo diversos encontros pela cidade. Em cada um deles, as pessoas são convidados a pintarem pequenas bandeiras. No final de todos os encontros, as pequenas peças vão formar uma grande bandeira para o Festival Mundial da Paz, em 2012.

A próxima edição da Feira Vila das Artes acontece neste domingo, dia 02/10, na Praça Beira Rio, no centro do distrito de Sousas, em Campinas, a partir das 09h.

Domingo tem Vila das Artes

A próxima edição da Vila das Artes, tradicional feira de arte e artesanato do distrito de Sousas, em Campinas, é no domingo, dia 02 de outubro.

Aproveite e garanta um presente divertido e original para a garotada, afinal, dia 12 de outubro é o Dia das Crianças e a Vila das Artes está cheia de produtos artesanais, graciosos e especiais.

Entre os produtos artesanais vendidos na feira estão os bonequinhos de feltro confeccionados pela dupla Mira e Carol, do ateliê ‘Mãe… fiz arte!’. 

A artista Carmen Silveira, especializada em pintura de tecido, confecciona camisetas personalizadas com motivos infantis, o que também é uma ótima opção de presente! 

Já o Ateliê Little Hortência expõe na Vila das Artes seus bichinhos terapêuticos – bichinhos artesanais preenchidos com sementes, que, além de lindos, aliviam dores musculares.

Bandeira da Paz na Vila das Artes

Em setembro, os Bandeirantes da Paz passaram pela Vila das Artes com o Projeto Bandeira da Paz.

Em diversos encontros pela cidade, eles estão convidando a população a colaborar na construção de uma grande Bandeira da Paz, para o Festival Mundial da Paz em 2012.

Muita gente passou por lá e fez a sua parte. Abaixo, uma pequena amostra da última edição.

Ficou curioso para ver mais?

Pois os Bandeirantes da Paz voltam no próximo dia 02 de outubro à Vila das Artes, para expor o resultado dos últimos encontros. Não perca!

Mas, afinal, quando nasceu o patchwork?

Tanto o patchwork como o quilt são trabalhos manuais bem antigos. Imagina-se que desde 3 mil anos A.C. já se praticava esse tipo de trabalho. Na Idade Média, porém, eles se espalharam pela Europa e, através dos ingleses, chegaram à América.

Antigamente, no Brasil, nas épocas colonial e imperial, o patchwork e o quilt eram atividades limitadas aos escravos, que usavam retalhos de tecidos para formar roupas e cobertas. Somente anos depois, quando muitos imigrantes chegaram ao país, é que a técnica passou a ser mais difundida e, hoje, bastante admirada.

Fontes de Informação: www.singer.com.br; www.sonholilas.com.br; www.fazfacil.com.br

Veja, através de fotos, alguns resultados do trabalho com patchwork. As imagens abaixo são resultado do trabalho da Zezé. (para saber mais sobre essa expositora da Vila das Artes, clique sobre a foto ou aqui).

Um pouco mais sobre o patchwork

Que tal falarmos hoje um pouquinho da técnica do patchwork?

Em inglês, “patch” significa retalhos. Sabendo disso, fica fácil entender que o patchwork usa pequenos retalhos de tecido, que, costurados, formam diferentes desenhos ou estampas. Para o arremate, são usados pespontos largos, conhecidos como quilts, feitos à mão ou à máquina.

O patchwork é bastante versátil, e pode ser utilizado em várias peças: almofadas, colchas, roupas e muito mais.

Na Vila das Artes, duas expositoras usam o patchwork em seus trabalhos. Clique sobre o nome de cada uma delas para conhecer detalhes dos produtos:

Ana Lúcia Jacó – Patchwork e Fuxicos

Zezé – Patchwork

Recentemente, o jornal Correio Popular, de Campinas, publicou uma reportagem sobre o patchwork. Confira abaixo o texto completo, da repórter Sheila Vieira: